Crianças fazem a festa na Arena Pantanal

Por LUCAS DE OLIVEIRA 08/11/2017 - 01:17 hs

A criançada fez a festa na Arena Pantanal. No dia deles, meninos e meninas participaram de um campeonato de futebol, evento organizado pela Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer de Mato Grosso (Sael/MT), na manhã desta quinta-feira (12.10). Participaram da festa mais de mil crianças, de 36 equipes de escolinhas de futebol e projetos sociais realizados em Cuiabá.

As crianças foram divididas em duas categorias, 7 e 8 anos e 9 e 10 anos. O gramado do estádio que foi palco de quatro partidas da Copa do Mundo de 2014 foi divido em dois campos e as partidas ocorreram simultaneamente.

Centenas de pais também aproveitaram o feriado para acompanhar seus filhos e filhas e fizeram bonito nas arquibancadas. O clima de festa foi completo com a distribuição de cachorro quente, pipoca e picolé para todos os pequenos jogadores.Um dos estreantes no estádio foi o pequeno Erick Henrique, de 9 anos, que há um ano está no projeto Bíblia na Mão e Bola no Pé, do Jardim Colorado. Mesmo chateado com a derrota ele enalteceu a oportunidade de um Dia das Crianças diferente. “Nunca tinha jogado em um estádio tão grande, foi muito legal estar aqui”, destacou o menino que sonha em ser jogador de futebol profissional.

Responsável pelo ST Cuiabá, do bairro Dom Aquino, outra equipe que participou do torneio, o ex-jogador profissional Satiro Moraes lembrou que mais do que uma competição, o evento foi pensado e realizado para o lazer, sobretudo porque se tratam de crianças.“Isso, de estar na Arena Pantanal jogando, com torcida, é algo que só se vive uma vez só. Tenho certeza que os meninos e meninas que jogaram em um estádio que recebeu a Copa do Mundo vão levar isso para o resto da vida. Trabalho com futebol há muitos anos, quase 20, e há muito tempo não via algo tão legal aqui em Cuiabá”, destacou o técnico.

As meninas também fizeram bonito no evento e, atendendo a pedidos de técnicos de diversos projetos, puderam jogar junto aos meninos, em equipes mistas. Uma destas atletas mirins foi Emily de Amorim Dezem, de 8 anos, que defende a Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB).

Ela contou que jogar com os meninos não é nenhum problema. “É normal para mim estar com os meninos para jogar. Foi muito legal esse campeonato. Já tinha vindo na Arena Pantanal para ver um jogo, mas essa foi a primeira em que pisei no gramado”. Todos os participantes do evento receberam medalhas de participação, uma lembrança por um dia especial.Para o secretário adjunto de Esporte e Lazer, Leonardo de Oliveira, eventos como este dão vida social para o estádio. “Nossa missão, enquanto gestor público, é exatamente abrir as portas dos nossos equipamentos esportivos, inclusive a arena Pantanal, para a população. Tenho certeza que o dia de hoje será inesquecível aos meninos e meninas que estiveram no estádio”, destacou.

Na categoria 7 e 8 anos o grande campeão foi o time do projeto Perto da Bola Longe das Drogas. O vice-campeonato ficou com a AABB. Na categoria 9 e 10 anos o título foi conquistado pela Escola Pé de Moleque, seguida pela AABB.