Fazenda e MTI reúnem-se para discutir implementação do Profisco II

Por Assessoria de Imprensa 26/05/2020 - 11:09 hs

Silvana Pompeu Sefaz-MT

A Secretaria de Fazenda e a Empresa Mato-Grossense de Tecnologia e Informação (MTI) tiveram sexta-feira (22.05), uma reunião técnica onde foi apresentado o alinhamento das diretrizes gerais estabelecidas no Acordos Fiduciários do Programa de Apoio à Gestão dos Fiscos do Brasil - Profisco II. Da reunião participaram o secretário de Fazenda Rogério Gallo e o novo presidente da MTI, Antônio Marcos de Oliveira além de técnicos dos dois órgãos. 

O Profisco II tem como objetivo oferecer sustentabilidade fiscal, por meio da modernização da gestão fazendária, a melhoria da administração tributária e a gestão do gasto público. A Lei nº 11.136/20, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado no dia 15 deste mês, autoriza o Poder Executivo a contratar a operação de crédito Profisco II junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de US$ 56 milhões. Esse investimento será executado pela Sefaz, e proporcionará a implantação do governo digital.

Segundo Rogério Gallo os recursos do empréstimo permitirão a implantação do ‘governo digital’, em que o cidadão poderá acessar muitos serviços ofertados pelo Estado, sem sair de sua casa ou trabalho, apenas usando seu computador ou telefone celular, como ocorre hoje com a maioria das operações bancárias.

“O grande ponto do programa é colocar o Estado no mundo digital, que é a implementação do governo digital. Esperamos nos próximos três anos fazer o que o governador Mauro Mendes se comprometeu e é uma das diretrizes do seu governo: implementar o governo digital, em que todas as pessoas tenham todos os serviços públicos que elas precisarem na palma da mão, no seu celular ou num computador, tornando desnecessária a presença física da pessoa em ambiente público para serem atendidas o que demanda muito tempo”, afiançou Rogério Gallo.