Dr. Gimenez investe R$ 600 mil na agricultura familiar da região oeste

Os recursos emergenciais do deputado estadual contribuirão para a retomada econômica dos municípios durante o período de pandemia

Por DA REDAÇÃO 28/07/2020 - 13:16 hs

Da Redação 

 

O deputado estadual Dr. Gimenez (PV) destinará 12% do total de emendas parlamentares para a área de agricultura familiar. Neste momento de pandemia, serão enviados prioritariamente R$ 600 mil aos municípios da região oeste de Mato Grosso.  

 

"Esse é um volume de recursos contribuirá significativamente para a retomada econômica da região, que é baseada na agricultura familiar e na pecuária, com a geração de emprego e renda para a população”, frisa o parlamentar.   

 

Esse valor está vinculado à aquisição de mudas, veículos, uma mini fábrica de ração, uma patrulha mecanizada e um caminhão para a Secretaria de Agricultura Familiar do município de São José dos Quatro Marcos.  

 

Para o deputado, essa é uma conquista, pois as ações contemplarão as demandas elencadas durante a 1ª Audiência Pública da Agricultura Familiar na Região Oestes e o 1º Fórum da Agricultura Familiar, realizados pelo Dr. Gimenez em novembro do ano passado, em Quatro Marcos.  

 

“É a concretização de um sonho para muitos dos pequenos produtores, mas também é a satisfação de dever cumprido por mim, como parlamentar, já que poderei auxiliá-los neste momento de crise, para que continuem desenvolvendo seu trabalho com amor e dedicação e produzindo alimentos para o nosso estado”.   

 

Também estão previstos mais R$ 200 mil para investir no aparelhamento das unidades operacionais da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), para que possam aperfeiçoar o serviço de atendimento aos produtores, principalmente da região oeste.  

 

“Nosso Estado possui mais de 100 mil famílias que se dedicam a este importante ofício e são responsáveis por produzir 70% dos alimentos que nós consumimos, então, é fundamental contribuir com a atividade e a permanência dessas famílias no campo”.