CASA DO ARTESÃO É OPÇÃO PARA COMPRAR PEÇAS ARTESANAIS VALORIZANDO A ARTE

A Casa do Artesão de Mirassol D'Oeste-MT é bem mais que um lugar comercial.

Por DA REDAÇÃO 18/01/2021 - 10:41 hs

Por: Cleo alves

   Criado em 2014na administração Elias Mendes Leal Filho,  o projeto foi uma iniciativa da então primeira dama e secretária municipal de Desenvolvimento e Assistência Social,  Iris Marques Leal.

   Dona Íris admirava os trabalhos artesanais desenvolvidos pelas mulheres rurais e quis oportunizar não somente a exposição,  mas principalmente  a venda desses trabalhos não apenas no encontro anual de mulheres rurais,  mas todos os dias na sede do município. 

   O projeto foi aprimorado e passou a incluir as artesãs da zona urbana. 

   Quando foi inaugurado no dia 14 de maio de 2014, a Casa do Artesão contava com 35 participantes. 

   O poder público municipal cedeu o espaço para o funcionamento,  no entanto a pessoa responsável pelo atendimento diário ao público,  seria de responsabilidade das artesãs. 

   O revezamento, entre elas, foi a saída encontrada para manter a Casa, porém as mulheres rurais, enfrentando  inúmeras dificuldades de locomoção até à sede, dentre outros empecilhos,  acabaram por desistir do projeto. 

   Atualmente a Casa do Artesão conta com 12 ( doze) integrantes,  sendo 4 ( quatro) de comunidades rurais. 

   A reportagem procurou a Casa do Artesão para falar sobre o assunto e as dificuldades enfrentadas pelas artesãs.  Dona Geni Fernandes da Cunha Leite,  com o aval das demais,  informou que a Casa do Artesão sempre esteve e sempre estará de portas abertas,  à disposição,  de todos os artesãos,  sejam eles  da cidade ou do campo, desde que estejam dentro dos limites do município de Mirassol D'Oeste. 

   Enfim,  a Casa do Artesão de Mirassol D'Oeste,  como foi colocado no início,  é bem mais que um lugar comercial.  É um espaço aconchegante onde, além dos trabalhos expostos,  os visitantes encontram a história de cada artesã, em suas criações detalhadamente elaboradas pelas suas próprias mãos,  moldadas pela satisfação em fazê -las e,  principalmente,  carregadas de esperança de um dia, o mais breve possível,  ver esses trabalhos artesanais serem notados e valorizados por quem ali chegar. 

   Sem sede própria,  a Casa do Artesão está em pleno funcionamento na Praça Ataíde Pereira Leite,  no espaço  cedido pela prefeitura,  na administração Euclides da Silva Paixão, (onde anteriormente funcionava a Biblioteca Municipal), de segunda à sexta-feira das 08 às 11 horas e das 13 às 17 horas.