Nunca mais vou ver o papai?, pergunta filha de vítima da covid

Por DA REDAÇÃO 28/03/2021 - 18:37 hs

GAZETA DIGITAL

Jessé da Silva Dias, 40, estava no auge da vida pessoal e profissional quando foi infectado pela covid-19. Em menos de um mês seu quadro se agravou e ele acabou falecendo em 19 de fevereiro, deixando dois filhos pequenos. A esposa, Estefany Letícia da Silva Morais Dias, 32, precisa responder todos os dias à pergunta de Daviny, de 5 anos: "eu nunca mais vou ver o papai?".

Jessé deixou dois filhos, Daviny Nicoly e Davi Nicolas, que tem 9 meses de idade. A esposa tenta lidar com a própria dor e ainda cuidar dos filhos, que sentem a falta do pai, especialmente a mais velha, que sempre pergunta quando poderá ver novamente Jessé.

"A gente estava vivendo um sonho e em um piscar de olhos a minha vida mudou totalmente", conta Estefany. Mesmo tomando cuidados, a família inteira teve covid-19. E nessa luta, ela perdeu não só o companheiro de 17 anos, mas também a mãe, seu segundo "alicerce" na vida. Foram 15 dias de diferença entre a morte de genro e sogra, perda que ainda está vívida na memória.

Jessé era personal chefe, especialista em churrasco de parrilla. Já Estefany estava montando sua loja de produtos para festa personalizados quando testaram positivo para covid-19. Tiveram que parar tudo e em poucos dias a família perdeu dois dos entes queridos.

Thank you for watching

"Não sei o que fazer ainda, nem consigo pensar direito. Estou aprendendo a viver sem estar ao lado da pessoa que mais amo. O que me dá forças é Deus", afirma Estefany.

Por causa do falecimento do marido e da mãe, ela precisou fechar a loja que estava inaugurando e com dois filhos para cuidar, sem conseguir sair de casa para trabalhar, as contas começaram a se acumular. Foi então que uma amiga dela teve uma ideia: fazer uma rifa de um chapéu Riviera para arrecadar dinheiro para pagar as contas como água, energia elétrica e alimentação.

"Eu não tenho com quem deixar os meus filhos para sair para trabalhar. Estou tentando me organizar para trabalhar de casa, mas tudo é difícil nesse momento. Minha amiga está me ajudando e tenho esperança que vai dar certo", explica Estefany.

Quem quiser ajudar a família pode comprar uma rifa no valor de R$ 5 pagando pelo PIX CPF 736.678.111-87. O comprovante deve ser enviado pelo WhatsApp(65) 99959-2988.