Secretaria de Assistência Social de Salto do Céu promove vários cursos

Por DA REDAÇÃO 29/07/2021 - 16:23 hs

Por Cleo Alves

A secretária de Assistência Social do município, Elci Espíndola, informou que desde o final de junho a Secretaria iniciou um trabalho para retomar os trabalhos no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. 

    "Juntamente com o Senar, ofertamos dois cursos de computação, sendo um intermediário e o outro, avançado. Agora está acontecendo a segunda etapa, para os professores. Tivemos também um curso sobre relacionamento interpessoal, cuja primeira etapa foi para os servidores da Prefeitura e a segunda, para servidores da creche, que vem com o quadro de funcionários todo novo e, agora, estamos com o curso de lingerie", informou.

    Devido a pandemia número de participantes teve que ser reduzido, além de utilizar espaços mais amplos, para receber o público participante com segurança. 

   "No início perdemos vários cursos por causa da pandemia, mas agora temos vários cursos maravilhosos para serem ministrados até o fim do ano, pois a população anseia por retomar as atividades normais e,

devido a escassez de emprego, o objetivo desses cursos é capacitar os usuários do Serviço de Convivência para buscar ou fomentar  sua fonte de renda", salientou ela.

    Elci Espíndola disse que as servidoras do Serviço de Convivência costumam dizer que as famílias do Serviço de Convivência são "a menina dos olhos" da Secretaria de Assistência Social e o CRAS, o coraçãozinho, porque tudo o que fazem é voltado, em especial, para esse público. 

   A secretária disse que em agosto, além do curso de Reaproveitamento de Alimentos e também estará abordando o Agosto Dourado, que trata do aleitamento materno, focando a saúde da mãe, tanto física, quanto emocional, os direitos da mulher que amamenta:

    "Será muito importante porque, infelizmente, na cabeça de muitas pessoas, a amamentação ainda é um tabu. Já o CREAS vai trabalhar o Empoderamento feminino, numa conscientização do Agosto Lilás, sobre a violência contra a mulher. A nossa programação está linda, inclusive com oficina de massas e, pretendemos fazer um fechamento, com palestras, no final do mês e essa proposta também será levada à zona rural".

   Ela relembrou que, com a Campanha Aconchego, conseguiu  entregar bastante cobertores e que  agora recebeu 400 cestas básicas, do Governo do Estado, cuja distribuição já começou, priorizando não somente os usuários de programas sociais, mas seguindo a orientação de, através de visita técnica, socorrer aqueles em situação de vulnerabilidade social. 

    Indagada sobre como se sente em relação ao trabalho que vem desenvolvendo frente à Secretaria de Assistência Social,  Elci disse estar apaixonada:

    "São seis meses em que estou completamente apaixonada nesse trabalho. Sempre fiz trabalho social voltado para a escola e amadureci muito aqui, um amadurecimento do olhar sobre a vulnerabilidade que antes eu não tinha, que eu não via. Hoje é completamente diferente, sei que ainda preciso evoluir, buscar mais conhecimento, pois as pessoas precisam muito da Assistência Social".

    Encerrando a fala, ela frisou que o prefeito Mauto a entende e apoia, por possuir o entendimento de que todos devem buscar capacitação.

   "Como gestores, temos a obrigação de proporcionar esse conhecimento, essa capacitação. Afinal, como cobrar sem propiciar uma formação?"