Connect with us

ESPORTE

Fluminense sofre derrota para o Fortaleza e crise se agrava no Brasileirão

Publicado

em

O Fluminense continua vivendo um verdadeiro drama no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (07.07), o Tricolor Carioca foi derrotado pelo Fortaleza por 1 a 0 no Castelão, em partida válida pela 15ª rodada do Brasileirão. O resultado ampliou a crise do time carioca, que segue na lanterna da competição.

Sequência Negativa

Com esta derrota, o Fluminense acumula sete derrotas em sete jogos como visitante no Brasileirão. Além disso, o time não vence há 12 rodadas, somando nove derrotas e três empates. A equipe tem apenas uma vitória em 15 jogos, totalizando sete pontos, e a pressão sobre o técnico Mano Menezes e os jogadores só aumenta. A diferença para o Atlético-GO, que ainda joga nesta rodada e está na 19ª colocação, é de quatro pontos, o que significa que o Fluminense não sairá da lanterna mesmo que vença o próximo jogo.

Por outro lado, o Fortaleza se recuperou da derrota para o Vasco na última rodada e segue na briga pelo G-6. Com 23 pontos em 14 jogos, o Leão do Pici ocupa a sétima colocação no momento.

O técnico Mano Menezes foi obrigado a fazer mudanças no time do Fluminense devido a suspensões e lesões. Diogo Barbosa e André cumpriram suspensão, enquanto Cano, com dores no pé direito, começou no banco de reservas. Guga foi escalado na lateral esquerda, e John Kennedy no ataque, com Marquinhos retornando ao time titular.

O jogo começou truncado e sem muitas emoções. Aos 14 minutos, o Fortaleza reclamou de um possível pênalti em Lucero, que foi ignorado pelo árbitro Davi de Oliveira Lacerda. Aos 19 minutos, Pochettino deu um passe preciso para Lucero, que parou no goleiro Fábio na melhor chance do primeiro tempo. O Fortaleza dominava, mas não conseguia transformar a superioridade em gols. O Fluminense, por sua vez, pouco ameaçava e só obrigou o goleiro João Ricardo a trabalhar em finalizações de Ganso e Alexsander de fora da área.

No final do primeiro tempo, o Fortaleza voltou a assustar com um chute de Breno Lopes, que Fábio mandou para escanteio. A primeira etapa terminou sem gols.

Segundo Tempo

No início do segundo tempo, o Fortaleza continuou pressionando. Aos cinco minutos, Breno Lopes não conseguiu completar um cruzamento de Sasha. Aos dez minutos, o Fortaleza finalmente abriu o placar. Pochettino cobrou escanteio e Lucero desviou de cabeça para fazer 1 a 0 no Castelão. O Fluminense já havia sofrido com escanteios na primeira etapa, mas desta vez não teve sorte.

Aos 18 minutos, Mano Menezes fez duas substituições, colocando Esquerdinha e Kauã Elias nos lugares de Guga e John Kennedy. Aos 24 minutos, Marquinhos chutou da entrada da área e quase complicou o goleiro João Ricardo, que mandou para escanteio.

Fábio teve que trabalhar novamente aos 28 minutos, defendendo uma cobrança de falta de Marinho, que havia entrado no lugar de um dos titulares do Fortaleza. Apesar das mudanças, o Fluminense não conseguiu reagir. Cano, que estava no banco de reservas, ainda levou um cartão amarelo e terá que cumprir suspensão na próxima rodada.

A derrota por 1 a 0 para o Fortaleza agrava ainda mais a crise do Fluminense no Campeonato Brasileiro. O time precisa urgentemente encontrar uma forma de reverter a situação e começar a somar pontos para sair da lanterna. O próximo confronto contra o Criciúma será crucial para as pretensões do Tricolor Carioca na competição.

Próximos Confrontos

Na próxima rodada, o Fluminense visita o Criciúma na quinta-feira, às 20h (horário de Brasília), no Estádio Heriberto Hülse. O Fortaleza, por sua vez, enfrentará o Flamengo no mesmo dia e horário, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 1X0 FLUMINENSE

Local: Castelão, Fortaleza (CE)
Data: 07/07/2024
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Davi de Oliveira Lacerda (ES)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Brígida Cirilo Ferreira (Fifa-AL)
Cartão amarelo: Pochettino (Fortaleza) e Kauã Elias e Cano (Fluminense)
Gol: Lucero, aos 10′ do 2ºT (Fortaleza)

FORTALEZA: João Ricardo, Tinga, Brítez, Cardona, Felipe Jonatan; Matheus Rossetto (Pedro Augusto), Lucas Sasha (Kauan), Pochettino; Pikachu, Breno Lopes (Marinho) e Lucero (Renato Kayzer). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier, Antônio Carlos, Thiago Santos e Guga (Esquerdinha); Martinelli (Felipe Andrade), Alexsander, Ganso (Renato Augusto); Marquinhos, Keno (Lucumí) e John Kennedy (Kauã Elias). Técnico: Mano Menezes.

Fonte: Esportes

Continue Lendo

ESPORTE

Atlético-MG vence o São Paulo e sai do jejum no Brasileirão

Publicado

em

Por

O São Paulo foi derrotado pelo Atlético-MG por 2 a 1 na Arena MRV, em Belo Horizonte, nesta quinta-feira, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Galo foram marcados por Vargas e Paulinho, enquanto Lucas descontou para o Tricolor.

Com a derrota, o São Paulo, comandado por Luis Zubeldía, perdeu a invencibilidade de quatro jogos e permanece na quinta posição com 27 pontos. Já o Atlético-MG, que não vencia há três partidas, subiu para a décima colocação, somando agora 21 pontos.

Primeira Tempo

O jogo começou com o Atlético-MG pressionando e dominando a posse de bola. Aos 12 minutos, Hulk cobrou uma falta de longa distância, e o goleiro Rafael espalmou para dentro da área. Vargas aproveitou o rebote e abriu o placar para o Galo.

O São Paulo reagiu rapidamente. Aos 17 minutos, em um escanteio, Lucas dominou a bola na área, girou e chutou rasteiro, empatando a partida. O Tricolor quase virou aos 21 minutos, quando Luciano finalizou com perigo após um cruzamento.

Ferreira teve uma grande chance aos 22 minutos, mas o goleiro Matheus Mendes fez uma defesa crucial. O Atlético-MG voltou a pressionar e, aos 31 minutos, Scarpa chutou para fora após cortar para o meio. Aos 35 minutos, Igor Vinícius encontrou Ferreirinha, que chutou forte, mas a bola foi bloqueada por Battaglia.

O Galo voltou a assustar aos 36 minutos com uma finalização de Scarpa, defendida por Rafael. No entanto, aos 47 minutos, Scarpa chutou da entrada da área, a bola desviou em Paulinho e enganou Rafael, colocando o Atlético-MG novamente na frente.

Segundo Tempo

Mesmo em vantagem, o Atlético-MG começou o segundo tempo pressionando. Guilherme Arana quase ampliou o placar logo no primeiro minuto, mas Rafael fez uma boa defesa. O São Paulo quase empatou aos oito minutos, quando Ferreira finalizou colocado, mas a bola passou perto da trave.

A situação do São Paulo se complicou aos 13 minutos, quando Alan Franco foi expulso após atingir o calcanhar de Otávio com a sola do pé, após revisão do VAR. Com um jogador a menos, o Tricolor ainda teve uma chance aos 20 minutos, mas Matheus Mendes fez duas defesas seguidas em chutes de Luiz Gustavo e Luciano.

Com a vantagem numérica, o Atlético-MG dominou o restante do segundo tempo, administrando o placar e impedindo qualquer reação significativa do São Paulo. O Tricolor, apesar de algumas tentativas, não conseguiu superar a defesa do Galo e acabou saindo de campo derrotado.

 Próximos Confrontos

O São Paulo terá quase uma semana para se preparar para o próximo compromisso. Na quarta-feira, a equipe tricolor recebe o Grêmio no Morumbi, às 20h (de Brasília), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Atlético-MG volta a campo na terça-feira, quando enfrenta o Juventude no Mané Garrincha, em Brasília, às 19h.

Com a derrota, o São Paulo perde a oportunidade de retornar ao G4, enquanto o Atlético-MG ganha um fôlego extra na competição, buscando se aproximar das primeiras posições.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena MRV, em Belo Horizonte (MG)
Data: 11/07/2024
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões amarelos: Battaglia e Hulk (Atlético-MG); Zubeldía e Luiz Gustavo (São Paulo)
Cartões vermelhos: Alan Franco (São Paulo)

GOLS: Vargas, aos 12′ do 1ºT (Atlético-MG); Lucas, aos 17′ do 1ºT (São Paulo); Paulinho, aos 47′ do 1ºT (Atlético-MG)

ATLÉTICO-MG: Matheus Mendes; Saravia, Battaglia, Bruno Fuchs e Guilherme Arana; Otávio, Alan Franco e Gustavo Scarpa; Vargas (Cadu), Paulinho (Palacios) e Hulk. Técnico: Gabriel Milito

SÃO PAULO: Rafael; Igor Vinícius (Rafinha), Arboleda, Alan Franco e Welington; Luiz Gustavo e Alisson; Lucas (Erick), Luciano (Wellington Rato) e Ferreirinha (Rodrigo Nestor); Calleri (André Silva). Técnico: Luis Zubeldía

Fonte: Esportes

Continue Lendo
WhatsApp Image 2024-03-04 at 16.36.06
queiroz

Publicidade

Câmara de Vereadores de Porto Esperidião elege Mesa Diretora