Connect with us

ESPORTE

Palmeiras vence o Bahia e encosta na liderança do Brasileirão

Publicado

em

O Palmeiras conquistou uma importante vitória sobre o Bahia por 2 a 0 na noite deste domingo (07.07), em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Verdão foram marcados por Estêvão e Rony, no Allianz Parque.

Situação na Tabela

Com este resultado, o Palmeiras chegou aos 30 pontos, ficando a apenas um ponto do líder Flamengo, que tem 31. O Bahia, por outro lado, caiu para a quinta colocação, permanecendo com 27 pontos.

Estreia Promissora

A partida também marcou a estreia do atacante Luighi, Cria da Academia. O jovem camisa 57 entrou nos minutos finais do segundo tempo, substituindo Flaco López, e mostrou potencial para futuras oportunidades.

O Palmeiras começou a partida de forma agressiva, criando a primeira boa chance antes mesmo do primeiro minuto. Estêvão tabelou com Raphael Veiga e finalizou de dentro da área, obrigando o goleiro Marcos Felipe a fazer uma defesa, embora o lance estivesse impedido. Aos quatro minutos, Rony teve uma oportunidade clara, mas chutou em cima do goleiro do Bahia. Pouco depois, Veiga cobrou uma falta na área e Gómez cabeceou com perigo. Aos sete minutos, Piquerez cruzou para Flaco López, que cabeceou para fora.

O Bahia respondeu aos 15 minutos, quando Cauly cruzou para Thaciano, que cabeceou para fora. O Palmeiras continuou pressionando, e Rony quase marcou após um cruzamento de Flaco. Aos 23 minutos, Aníbal Moreno chutou firme da entrada da área, mas o goleiro do Bahia fez uma boa defesa. O Bahia teve uma chance perigosa aos 34 minutos, quando Jean Lucas finalizou por cima do gol.

O Palmeiras finalmente abriu o placar aos 47 minutos do primeiro tempo. Após uma tabela com Estêvão, Veiga cruzou para Rony, que marcou, mas o gol foi anulado por impedimento. Nos acréscimos, Estêvão recebeu um lançamento de Aníbal Moreno, driblou a marcação e finalizou com precisão para fazer 1 a 0.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou movimentada, com o Bahia criando uma chance com Thaciano, que foi desarmado por Estêvão. Pouco depois, Estêvão quase marcou novamente, mas foi desarmado antes de finalizar. Aos 11 minutos, Gabriel Menino puxou um contra-ataque e acionou Mayke, mas a jogada não resultou em gol. O Bahia respondeu com Jean Lucas, que foi parado por uma grande defesa de Weverton.

O Palmeiras ampliou a vantagem aos 15 minutos. Rony recuperou a bola e tocou para Flaco López, que passou para Estêvão. O jovem foi até a linha de fundo e cruzou para Rony, que finalizou com firmeza para fazer 2 a 0. Aos 21 minutos, Aníbal Moreno cobrou uma falta direta, mas Marcos Felipe defendeu. O Bahia ainda tentou reagir com Biel e Estupiñan, mas Weverton fez grandes defesas para garantir o resultado.

A vitória por 2 a 0 sobre o Bahia coloca o Palmeiras em uma posição privilegiada na tabela do Campeonato Brasileiro, a apenas um ponto do líder Flamengo. O time mostrou um bom desempenho coletivo e contou com a estreia promissora de Luighi. O próximo desafio contra o Atlético-GO será crucial para as pretensões do Verdão na competição.

Próximos Confrontos

O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrentará o Atlético-GO pela 16ª rodada do Brasileirão. O jogo será no Allianz Parque, às 19h30 (horário de Brasília). Já o Bahia tem um compromisso contra o Athletico-PR na quarta-feira, às 19 horas, na Ligga Arena.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 BAHIA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 07/07/2024
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Rony (Palmeiras); Kanu (Bahia)

GOL: Estêvão, aos 47 minutos do 1°T e Rony, aos 15 minutos do 2°T, (Palmeiras)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Caio Paulista), Gustavo Gómez, Vitor Reis e Piquerez; Aníbal Moreno, Gabriel Menino (Fabinho) e Raphael Veiga; Estêvão (Marcos Rocha), Rony (Vanderlan) e Flaco López (Luighi). Técnico: Abel Ferreira

BAHIA: Marcos Felipe; Gilberto, Gabriel Xavier, Kanu e Luciano Juba; Caio Alexandre, Everton Ribeiro (Carlos de Pena), Jean Lucas (Yago Felipe) e Cauly (Oscar Estupiñán); Thaciano (Ademir) e Everaldo (Biel). Técnico: Rogério Ceni

Fonte: Esportes

Continue Lendo

ESPORTE

Atlético-MG vence o São Paulo e sai do jejum no Brasileirão

Publicado

em

Por

O São Paulo foi derrotado pelo Atlético-MG por 2 a 1 na Arena MRV, em Belo Horizonte, nesta quinta-feira, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Galo foram marcados por Vargas e Paulinho, enquanto Lucas descontou para o Tricolor.

Com a derrota, o São Paulo, comandado por Luis Zubeldía, perdeu a invencibilidade de quatro jogos e permanece na quinta posição com 27 pontos. Já o Atlético-MG, que não vencia há três partidas, subiu para a décima colocação, somando agora 21 pontos.

Primeira Tempo

O jogo começou com o Atlético-MG pressionando e dominando a posse de bola. Aos 12 minutos, Hulk cobrou uma falta de longa distância, e o goleiro Rafael espalmou para dentro da área. Vargas aproveitou o rebote e abriu o placar para o Galo.

O São Paulo reagiu rapidamente. Aos 17 minutos, em um escanteio, Lucas dominou a bola na área, girou e chutou rasteiro, empatando a partida. O Tricolor quase virou aos 21 minutos, quando Luciano finalizou com perigo após um cruzamento.

Ferreira teve uma grande chance aos 22 minutos, mas o goleiro Matheus Mendes fez uma defesa crucial. O Atlético-MG voltou a pressionar e, aos 31 minutos, Scarpa chutou para fora após cortar para o meio. Aos 35 minutos, Igor Vinícius encontrou Ferreirinha, que chutou forte, mas a bola foi bloqueada por Battaglia.

O Galo voltou a assustar aos 36 minutos com uma finalização de Scarpa, defendida por Rafael. No entanto, aos 47 minutos, Scarpa chutou da entrada da área, a bola desviou em Paulinho e enganou Rafael, colocando o Atlético-MG novamente na frente.

Segundo Tempo

Mesmo em vantagem, o Atlético-MG começou o segundo tempo pressionando. Guilherme Arana quase ampliou o placar logo no primeiro minuto, mas Rafael fez uma boa defesa. O São Paulo quase empatou aos oito minutos, quando Ferreira finalizou colocado, mas a bola passou perto da trave.

A situação do São Paulo se complicou aos 13 minutos, quando Alan Franco foi expulso após atingir o calcanhar de Otávio com a sola do pé, após revisão do VAR. Com um jogador a menos, o Tricolor ainda teve uma chance aos 20 minutos, mas Matheus Mendes fez duas defesas seguidas em chutes de Luiz Gustavo e Luciano.

Com a vantagem numérica, o Atlético-MG dominou o restante do segundo tempo, administrando o placar e impedindo qualquer reação significativa do São Paulo. O Tricolor, apesar de algumas tentativas, não conseguiu superar a defesa do Galo e acabou saindo de campo derrotado.

 Próximos Confrontos

O São Paulo terá quase uma semana para se preparar para o próximo compromisso. Na quarta-feira, a equipe tricolor recebe o Grêmio no Morumbi, às 20h (de Brasília), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Atlético-MG volta a campo na terça-feira, quando enfrenta o Juventude no Mané Garrincha, em Brasília, às 19h.

Com a derrota, o São Paulo perde a oportunidade de retornar ao G4, enquanto o Atlético-MG ganha um fôlego extra na competição, buscando se aproximar das primeiras posições.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena MRV, em Belo Horizonte (MG)
Data: 11/07/2024
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões amarelos: Battaglia e Hulk (Atlético-MG); Zubeldía e Luiz Gustavo (São Paulo)
Cartões vermelhos: Alan Franco (São Paulo)

GOLS: Vargas, aos 12′ do 1ºT (Atlético-MG); Lucas, aos 17′ do 1ºT (São Paulo); Paulinho, aos 47′ do 1ºT (Atlético-MG)

ATLÉTICO-MG: Matheus Mendes; Saravia, Battaglia, Bruno Fuchs e Guilherme Arana; Otávio, Alan Franco e Gustavo Scarpa; Vargas (Cadu), Paulinho (Palacios) e Hulk. Técnico: Gabriel Milito

SÃO PAULO: Rafael; Igor Vinícius (Rafinha), Arboleda, Alan Franco e Welington; Luiz Gustavo e Alisson; Lucas (Erick), Luciano (Wellington Rato) e Ferreirinha (Rodrigo Nestor); Calleri (André Silva). Técnico: Luis Zubeldía

Fonte: Esportes

Continue Lendo
WhatsApp Image 2024-03-04 at 16.36.06
queiroz

Publicidade

Câmara de Vereadores de Porto Esperidião elege Mesa Diretora